29 Anos de Qualidade
barrinha

Notícias – Gelo Aquariu's

Fique bem informado com as notícias exclusivas da Gelo Aquariu's

  • 01-08-2014
    Qualidade do gelo para consumo em bebidas.

    Como qualquer alimento, o gelo é um potencial veículo de transmissão de sérias doenças infecciosas, por isso a Gelo Aquariu’s produz gelo em cubos, certificado para o consumo alimentício, utilizando água potável e filtrada, por meio de processo de fabricação seguro e de qualidade.

    Conte conosco!

  • 01-07-2014
    Gelo contaminado pode causar problemas de saúde!

    Em época de festas e comemorações, aumentam os encontros com os amigos e dos tradicionais churrascos. É importante lembrar que ao comprar gelo, a pessoa deve se certificar de sua procedência e se a embalagem está bem conservada.

    Gelo contaminado por causar diarreia, acompanhada de tonturas, náuseas, vômitos e febre. Fique atento ao que você ingere e tenha certeza da procedência do que compra, para gelar as suas bebidas!

  • 17-04-2014
    Caverna de Gelo

    Com grossas paredes turquesa e enormes salões, é difícil acreditar que essa cavernanão existia até o começo de 2012. Trata-se de uma estrutura formada pelo gelo, que pode, inclusive, entrar em colapso a qualquer minuto - especialmente com a proximidade do calor humano, afinal trata-se apenas de água. Isso torna o trabalho do fotografo americano Ron Gile extremamente perigoso. Ele é especializado em explorar cavernas de gelo no Alasca e já viu vários locais assim serem destruídos nos últimos oito anos. Por sorte, nunca havia alguém dentro.

    Após caminhar por cerca de 3 km em um lago congelado, Gile e seus colegas encontraram o espaço subterrâneo. Eles usam então um sinalizador para iluminar o interior e descobrem que são incríveis 120 metros de profundidade. A beleza natural do local, para ele, compensa o perigo do gelo derreter e toda a estrutura desmoronar sobre sua cabeça. Desde que se tornou explorador, o especialista já entrou em 15 cavernas, algumas maiores e outras menores, mas nenhuma tão profunda como essa.

    Fonte: Revista Casa e Jardim

  • 17-04-2014
    Você conhece o gelo que consome?

    O verão acabou faz pouco tempo, época em que o consumo de gelo dobra. A técnica em Vigilância Sanitária Gisela Hutten, explica: “O risco de contaminação ele vem desde a produção. A matéria prima é a água, e a água tem que ser de ótima qualidade. O gelo ele tem que estar com aspecto limpo, ser em cubo, melhor ainda se for perfurado, porque esse é o industrial”.

    A GeloAquariu’s oferece 24 anos de qualidade e segue as boas práticas de fabricação (BPF) recomendadas pela Anvisa, realizando periodicamente análise do gelo fabricado.

    Fonte: Jornal Hoje

  • 02-10-2013
    Qualidade do Gelo

    A legislação sanitária estabelece que na manipulação de alimentos, deve ser utilizada a água potável. Inclui-se também, o gelo para o consumo humano, um detalhe, muitas vezes, esquecido pelos estabelecimentos de alimentos.

    Da mesma forma que os alimentos em geral, o gelo precisa ser manipulado e estocado sob condições sanitárias satisfatórias, que evite sua contaminação. O gelo deve ser inodoro, insípido, sem nenhuma sujidade, parasitas e larvas.

    Microrganismos patogênicos e os parasitas podem ser transmitidos por meio da água e, consequentemente, pelo gelo. Por isso, é importante adquirir um gelo fabricado com água de qualidade.

  • 28-08-2013
    Gelar bebidas de forma rápida

    Uma forma prática e rápida para gelar bebidas em uma festa ou churrasco, é seguir alguns passos que facilitará o processo de gelar refrigerantes, cerveja ou sucos. Serão necessários os seguintes itens:

    Recipiente (balde, bacia ou de preferência uma caixa de isopor ou térmica)
    Um saco de Gelo Aquariu’s
    Álcool líquido
    Sal

    Primeiro forre o recipiente escolhido com gelo, coloque as latas de refrigerante, cerveja ou suco por cima, depois espalhe o gelo em cima das latinhas. Pegue um pouco de sal e espalhe por cima do gelo e latas. Pegue oálcool e espalhe por cima de tudo.

    Misture e aguarde um pouco. Se possível tampe o recipiente onde estão as bebidas. Se ele for térmico melhor.

    O gelo vai derreter muito mais rápido do que normalmente, mas em questão de alguns minutos as bebidas estarão geladas. Antes de abrir a lata enxague, caso tenha ocorrido acumulo de sal.

    Por ter utilizado o Gelo Aquariu’s, que tem certificação e procedência, não haverá problemas ou risco de contaminação.

  • 15-06-2013
    Seis de dez restaurantes de “fast-food” na Inglaterra têm mais bactérias no gelo do que no banheiro

    Os testes realizados demonstraram que o gelo do McDonalds, Burger King, KFC, Starbucks, Café Rouge e Nando – alguns dos dez restaurantes analisados – tinham mais bactérias do que as amostras de água retiradas do banheiro. Os cientistas atribuem esses resultados ao fato dos banheiros serem mais vezes limpos do que as máquinas de gelo.

    Não há, no entanto, um “perigo imediato para a saúde pública”, apesar de quatro dos restaurantes terem uma quantidade suficiente de micróbios para serem consideradas um risco higiênico, segundo o laboratório que fez as análises. O mesmo diz que a as amostras analisadas revelam falta de higiene. Por isso a importância de sabermos a origem do gelo, nos estabelecimentos que costumamos frequentar.

    Fonte:Ciência Hoje

  • 15-05-2013
    Bar congelado em Dubai

    O primeiro bar congelado do oriente faz sucesso entre turistas e residentes da região desértica de Dubai, Emirados Árabes Unidos.

    Para frequentar oChillout, os clientes precisam ir bem agasalhados, pois a temperatura ambiente do bar é de 6 graus Celsius negativos, em uma cidade onde a temperatura máxima chega a 50 graus.

    O restaurante, que conta com uma decoração feita de gelo esculpido, garante um cardápio com muitas bebidas e refeições quentes.

    Fonte:O Povo

  • 12-04-2013
    Gelo contaminado, uma fria para os dias de calor

    Se praia, sol e piscina combinam com diversão, festa e descanso, as intoxicações alimentares podem ser o ingrediente que azeda a mistura. Os hábitos seguros para proteger a saúde não podem deixar de fora o gelo, presente em todas as bebidas da estação e quase sempre hospedeiro de bactérias e vírus. Uma fria para o estômago e intestino.

    A pouca higiene com o gelo também foi responsável pela reprovação das bebidas vendidas em quiosques e barracas litorâneas, de acordo com estudo.

    A técnica para evitar que o gelo seja uma fonte de doenças é simples, saber a procedência do gelo. As bactérias que causam as diarreias, mal-estar, náuseas vão direto para boca, quando o gelo utilizado não é feito com água potável indicada para consumo alimentício.

    Fonte: IG

  • 19-02-2013
    Por que os cubos de gelo boiam?

    Existe uma força chamada empuxo, capaz de dirigir verticalmente, para cima, corpos imersos na água ou em qualquer outro tipo de fluído. Em razão desse princípio, a água tem o poder de exercer sobre o gelo essa força.

    Então, o motivo pelo qual os cubos de gelo boiam em nossos copos com bebidas, é este: a densidade da água é muito maior que a densidade do gelo, ou seja, determinado volume de gelo pesa bem menos que a mesma quantidade de água, fazendo então com que o gelo boie.

    Esse fenômeno explica, por exemplo, o motivo pelo qual os enormes icebergs (blocos de gelo), boiam em alto mar.

    Fonte: Brasil Escola

  • 13-12-2012
    Hotel finlandês é feito de neve e gelo

    O hotel da imagem acima fica na região de Lapland, na Finlândia, a cerca de 200 quilômetros do Círculo Ártico. Essa é uma região cujos habitantes presenciam fenômenos incomuns, como as auroras e o sol da meia noite e, por isso, um hotel como esse, mesmo que na pequenina cidade de Jukkasjärvi, pode atrair turistas em busca de aventuras e imagens impressionantes.

    Entretanto, se passar as férias nesse reduto gelado estiver nos seus planos, talvez seja melhor se apressar: o hotel funciona apenas por três meses, quando o clima está frio o suficiente para manter o gelo intacto. Neste ano, um dos quartos foi esculpido pelo artista holandês Wouter Biegelaar, que transformou blocos de gelo em móveis de propósito múltiplo e que servem tanto para descansar quanto para jantar ou dormir. E, pelo visto, o artista gostou de esculpir em gelo, tanto que comentou que, diferentemente de outros materiais, o gelo não possui “nós” e nem exige ser esculpido em uma determinada direção. “O resultado se dá diretamente da quantidade de força que você aplica, então ele faz exatamente o que você quer”, complementou Biegelaar em entrevista para o site Dezeen.

    Fonte: Tecmundo

  • 13-12-2012
    Consumidor deve ficar atento à qualidade do gelo

    Com o verão chegando o consumo de gelo dobra no Brasil. Mas você sabe a origem do gelo consumido no verão? A água contaminada é uma das principais causas das doenças típicas dessa época do ano. Calor, verão e um bom copo de suco, refresco ou caldo de cana pra aliviar. Mas tem que ser com gelo. E haja gelo pra tanto consumo. Nesta época do ano o volume duplica em relação ao inverno. São bares, restaurantes, camelôs, todo mundo precisa de gelo.

    Neste calor verão ele é mesmo produto de primeira necessidade. Não dá pra viver sem gelo nessa época do ano. Mas o perigo é que o gelo nem sempre é só água congelada. O congelamento não é suficiente para eliminar todos os possíveis micro-organismos que podem ser prejudiciais à saúde. Por isso o gelo para consumo tem que ser feito com água tratada.

    Fonte: Jornal Hoje

  • 01-11-2012
    Maior labirinto de gelo do mundo

    Realizado todos os anos, o festival de inverno de Búfalo de 2010, no estado de Nova York (EUA), entrou para o Guinness, livro dos recordes, ao construir o maior labirinto de gelo do mundo. Com cerca de 1.200 metros quadrados a antiga marca que durava cinco anos, e até então pertencia ao Festival de Toronto, no Canadá.

    Fonte: Fantasy of Bunny

  • 04-10-2012
    Esculturas de Gelo

    Mesmo não tendo épocas de frio ou até mesmo neve por aqui, as esculturas de gelo ganham muito espaço à cada dia, por sua beleza de detalhes. A arte passou de simples "bonecos de gelo" para esculturas incríveis que mexem com a imaginação de crianças e adultos. Muitos festivais deste tipo de arte foram criados pelo mundo, transformando uma antiga brincadeira de criança em exposições maravilhosas.

    Fonte: Minilua
  • 01-06-2012
    Você já pensou em como as pistas de gelo são feitas?

    As pistas cobertas de gelo são utilizadas para esportes e atividades recreativas, incluindo hockey, patinação artística e corridas. Mas criar uma superfície plana não é tão fácil assim, todo o processo tem 12 estágios, e para a prática do esporte, a qualidade do gelo faz toda a diferença.

    Para essa prática é necessário que a água seja desionizada, para criar o gelo puro. As pistas possuem um sistema de refrigeração, composto de chillers, tubulações de aço, brinewater (agente anticogelante).

    Fonte: Como tudo funciona?

  • 01-06-2012
    Machucou? Atenção: gelo mais atrapalha do que ajuda

    Durante anos, acreditou-se que colocar gelo sobre o músculo lesionado ou com distensão ajudaria a reduzir o inchaço local. Entretanto, um estudo recente acaba de fazer um alerta: o gelo pode, na verdade, desacelerar o processo de cura.

    Isso ocorre porque ele impede a liberação do hormônio IGF-1 (fator de crescimento semelhante à insulina tipo 1), fundamental para a recuperação plena do ferimento.

    Fonte: Veja

  • 11-04-2012
    Por que o gelo queima a pele?

    Sabe-se que um gelo normal tem sua temperatura constante de 0 grau. Mas, nossa pele é bem mais quente, com uma temperatura aproximada de 36 graus. Assim, quando entram em contato ocorre o chamado choque térmico, afinal de contas são temperaturas bem distintas.

    E o gelo mantido sobre a superfície cutânea, ativa receptores de temperatura e os responsáveis por transmitir as mensagens de dor. Então, passamos a sentir queimação.

    Nosso corpo em resposta a esta agressão, dilata se pequenos vasos sanguíneos, aumentando a irrigação local. Isso nada mais é que uma tentativa de reaquecer a região, a chamada hiperemia. Por isso então que a pele fica avermelhada.

    Isto é um fenômeno que não provoca uma queimadura pra valer na pele, e sim dá a sensação de que o gelo queima a pele.

    Fonte: Tem Tudo Br

  • 11-04-2012
    Hotel de gelo no Japão

    No Japão existem muitas “coisas” diferentes e criativas. Mas, já ouviram falar do hotel de gelo “Alpha Resort-Tomamu”, localizado em Shimukappu, na ilha japonesa de Hokkaido. O hotel foi criado na ilha Hokkaido e como seria de esperar, é todo feito de gelo. Os banheiros, os quartos e as salas são literalmente geladas e uma noite custa cerca de €600, cerca de R$ 1.460.

    O jantar é servido em pratos de gelo, as bebidas em copos de gelo e é necessário beber rápido antes que congelem. Para manter toda esta estrutura, o hotel funciona apenas no inverno, e mesmo assim, até o dia 15 de fevereiro.

  • 11-04-2012
    Por que é que apenas a superfície dos rios e dos lagos congela?

    A superfície dos rios e lagos congela pelo contato com o ar frio da superfície.

    Quando a temperatura atinge valores inferiores a 4°C, a água dilata, tornando-se menos densa à medida que se solidifica.

    Isso faz com que a parte mais fria permaneça acima da mais quente, congelando apenas o topo. Como a densidade da água é máxima a 4°C, é nessa temperatura que ela se mantém nas profundidades.

  • 28-11-2011
    O que há debaixo do gelo da Antártida?

    O continente da Antártida, que se expande por 14 milhões de quilômetros quadrados cobertos de gelo no Pólo Sul, ainda esconde mistérios fascinantes. Na história, poucos achados intrigaram tanto os geógrafos quanto a Cordilheira subglacial de Gamburtsev, situada abaixo da superfície de gelo.

    Ao observar todo o gelo que há na superfície, nem todo mundo lembra-se disso, mas a Antártida é uma área primariamente feita de terra firme. E a riqueza geológica desse continente chamou a atenção de um grupo internacional de pesquisadores, que decidiram mapear exatamente o relevo que há por baixo de tanta neve.

    Munidos de potentes radares, os cientistas puderam mapear exatamente qual o desenho geográfico do chamado “continente branco”. E o resultado, que aparece ilustrado por computação gráfica, é uma maciça sequência de montanhas, lagos e geleiras, muito mais complexas do que se imaginava.

    A configuração atual, que teria sido originada há cerca de apenas 35 milhões de anos, surgiu com a criação de geleiras, que soterraram paulatinamente a cadeia de montanhas nascida ali.

    Esse foi o grande mistério solucionado: até antes dessa pesquisa, não se sabia o motivo de haver montanhas “jovens” instaladas no coração da Antártida. Isso ainda está apenas no campo da teoria, mas as providências para comprová-la já foram tomadas: os cientistas planejam um projeto para retirar amostras de rocha de Gamburtsev.

    Um mapeamento mais detalhado da região, conforme explicam os pesquisadores, pode fornecer respostas geológicas que a ciência ainda desconhece. Para obter essas informações, um batalhão de cientistas está instalado em Gamburtsev, equipado com o melhor que a tecnologia tem a oferecer. Fonte: [BBC]

  • 28-11-2011
    Origem do Sorvete

    Para refrescar o calor, os persas tomavam um sumo de frutas bem doce e gelado, os egípcios também fabricavam os seus gelados há cerca de 4 mil anos, enquanto os árabes misturavam sumo de fruta com gelo.

    Na China, o leite era uma mercadoria cara, por isso, a sobremesa predileta da nobreza era uma pasta, feita de leite e arroz, que era colocada na neve para solidificar. O principal problema era armazenar neve para o verão em rudimentares câmaras frigoríficas subterrâneas, com grossas paredes de pedra.

    Na Idade Média, quando os chineses já faziam gelados, adicionando a neve ao leite, Marco Polo, o explorador veneziano, levou o gelado para a Itália. Dali, os famosos sumos de fruta congelados alcançaram a França e logo depois o resto do mundo.

    No século XVI, o italiano Bernardo Buontalenti inventou o gelado à base de leite, mais macio e nutritivo. Na primeira metade do século seguinte, outro italiano, Procópio Coltelli, criou a máquina de fazer gelados.

  • 28-11-2011
    Como é que se forma a neve?

    A neve é formada nas camadas mais altas das nuvens, quando a temperatura lá em cima está abaixo de zero. As gotas de água congelam-se e transformam-se em flocos de neve. Isto é comum em grandes altitudes, mas nem toda a neve chega ao chão.

    À medida que os flocos se aproximam do solo, a temperatura aumenta e eles derretem. Nas montanhas é comum nevar mesmo com a temperatura perto dos 4 graus, pois a grande altitude impede que a neve se derreta.

    Sabe-se que os flocos de neve são distintos, porque seu formato depende da temperatura e da pressão das nuvens. Como eles nunca se formam exatamente no mesmo lugar e caem em momentos diferentes, logo sua forma sempre varia.

  • 27-06-2011
    Gelo Saudável

    Sempre que se pensa no elemento água, o que imediatamente nos vem à mente é a lembrança deste elemento no estado líquido e sua importância para a manutenção da funcionalidade orgânica.

    Entretanto, pouco se fala da água no estado sólido, ou melhor, do gelo. Este se faz presente em nossa dieta quando o usamos adicionado a sucos, coquetéis, à própria água (líquida), a refrigerantes e, também, a algumas bebidas alcoólicas.

    Aqui cabe um lembrete: Devemos estar atentos à qualidade da água usada no "preparo" do gelo. Ela tem que ser obrigatoriamente filtrada (ou fervida) ou mineral.

    Por que esta exigência? Porque a água não adequada para consumo contém uma carga alta de microrganismos que podem desencadear sintomas graves, como, por exemplo, diarréia e vômito.

    Você pode estar se perguntando: "…mas a temperatura do congelador aonde a água foi colocada para 'formar gelo' não mata os microrganismos"? Não. A temperatura de congelamento da água não é suficiente para matar os microrganismos presentes na água. Esta temperatura, no máximo, promove um retardo (ou lentidão) na multiplicação dos microrganismos ali presentes, mas, quando usamos o gelo preparado com esta água e, este sofre descongelamento durante o consumo, os microrganismos voltam à atividade, se multiplicando e produzindo as toxinas que podem nos causar adoecimento.

    Cuidados a serem tomados:

    - em sua casa, tome sempre o cuidado para que o gelo seja preparado com água apropriada para o consumo humano;

    - evite tomar qualquer bebida em bares, restaurantes e outros ambientes que você desconhece a qualidade da água que foi usada no preparo do gelo, mesmo que a aparência do estabelecimento seja confiável.

    - se você usa comprar gelo, use-o apenas para manter o resfriamento externo de alimentos e bebidas. Nunca o use para consumo. Tomados os devidos cuidados, poderemos saborear as bebidas sem nos expormos a sintomas.

    Fonte: http://www.nutricaovidaesaude.com.br/site/?page_id=409

  • 31-05-2011
    Normas para Fabricação de Gelo Conforme Resolução da ANVISA

    A Comissão Nacional de Normas e Padrões para Alimentos, em conformidade com o artigo nº 64, do Decreto-lei nº 986, de 21 de outubro de 1969 e de acordo com o que foi estabelecido na 410ª. Sessão Plenária, realizada em 30/03/78, resolve aprovar as seguintes NORMAS TÉCNICAS ESPECIAIS, do Estado de São Paulo, revistas pela CNNPA, relativas a alimentos (e bebidas), para efeito em todo território brasileiro. À medida que a CNNPA for fixando os padrões de identidade e qualidade para os alimentos (e bebidas) constantes desta Resolução, estas prevalecerão sobre as NORMAS TÉCNICAS ESPECIAIS ora adotadas.

    GELO
    1. DEFINIÇÃO Chama-se gelo o produto resultante da congelação de água potável.

    2. DESIGNAÇÃO
    O produto é designado "gelo".

    3. CLASSIFICAÇÃO
    De acordo com o método empregado na fabricação, o gelo é classificado em:
    a) gelo opaco - quando for obtido pela congelação da água potável, com agitação mecânica;
    b) gelo semitransparente ou gelo claro - quando for obtido pela congelação da água potável, em repouso;
    c) gelo cristalino - quando for obtido pela congelação de água desionizada ou outra, isentas de ar.

    4. CARACTERÍSTICAS GERAIS
    O gelo opaco quando em blocos pode ser semi-transparente; quando em placas delgadas deve ter aspecto branco, leitoso e translúcido. O gelo semi-transparente deve ser transparente em toda a sua espessura, com exceção do núcleo central, que deve ser opaco. O gelo cristalino deve ser transparente em toda sua massa.

    5. CARACTERÍSTICAS ORGANOLÉTICAS
    O gelo deve ser inodoro, insípido.

    6. CARACTERÍSTICAS FÍSICAS E QUÍMICAS
    Devem corresponder às da água potável.

    7. CARACTERÍSTICAS MICROBIOLÓGICAS.
    O gelo deve obedecer ao seguinte padrão: Bactérias do grupo coliforme: ausência em 100 ml do produto degelado.
    Deverão ser efetuadas determinações de outros microrganismos e/ou de substâncias tóxicas de origem microbiana, sempre que se tornar necessária a obtenção de dados adicionais sobre o estado higiênico-sanitário dessa classe de alimento, ou quando ocorrerem tóxi-infecções alimentares.

    8. CARACTERÍSTICAS MICROSCÓPICAS
    Ausência de sujidades, parasitos e larvas.

    http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/12_78_gelo.htm

  • 31-05-2011
    Gelo ajuda a aliviar dores musculares

    Aplicar gelo sobre uma parte do corpo que sofreu uma pancada é uma prática comum e eficiência. O gelo auxilia no alívio da dor e do espasmo muscular. Ele não tira a inflamação, mas reduz sintomas como inchaço, vermelhidão e aumento de temperatura do local.

    É importante lembrar que o gelo não deve ser colocado diretamente sobre a pele. O ideal é que esteja dentro de uma bolsa própria ou enrolado em um saco plástico. A aplicação não deve durar mais do que 20 minutos e pode ser repetidas a cada hora.

    Recomenda-se evitar o tratamento sobre regiões com grandes nervos superficiais como o lado externo do joelho e asextremidades de mãos e pés.

  • 31-05-2011
    Crioterapia é usada para tratamentos de saúde e de estética

    A crioterapia é um método de tratamento criado no Japão em 1880 e aprimorado posteriormente na Polônia. Ela combate o stress e auxilia na recuperação de lesões musculares. Alguns pesquisadores ainda defendem que pode auxiliar na eliminação de gordura, servindo também como tratamento estético.

    A técnica consiste em resfriar o corpo do paciente em duas câmaras, uma de -60Cº e outra de -130Cº. A pessoa é previamente preparada com roupas e calçados especiais. Depois é preciso fazer exercícios para que o corpo não seja prejudicado pelas baixas temperaturas.

    Segundo os médicos que utilizam a crioterapia, o choque causado pelo frio faz com que o sangue vá das extremidades do corpo para órgãos centrais, liberando serotonina, endorfina e adrenalina, substâncias que provocam bem estar e aliviam a dor.

Copyright 2011 - Todos os direitos reservados

Web by Fórmula Ideal | Octopus